segunda-feira, 30 de maio de 2005

Carta aberta a ti Mãe

Hoje completas mais um ano de vida. Estás de parabéns como é costume dizer. Mas sinto que quem está de parabéns sou eu e todos aqueles que têm a sorte de te ter ao lado. De parabéns está o mundo que é um lugar melhor apenas porque tu existes.
Agradeço tanto aos avós por terem concebido o bebé que foste e educado a mulher que és! Porque bem ou mal a educação deles fez florescer em ti uma pessoa maravilha mamã!
Uma mulher linda, inteligente, com um sentido de humor fantástico (e um tanto sarcástico), leal, Amiga… e acima de tudo isto uma Mãe com M(maiúsculo).
Perfeita?!
Não és; és humana e como humana que és tens os teus defeitos, as tuas características… Mas és perfeita enquanto mãe, que sempre me soube ensinar que nada é perfeito mas que dos erros (dos nossos e dos outros) podemos aprender coisas. Sempre me disseste que respeitasse os outros mas acima de tudo que me respeitasse a mim mesma. Ensinaste-me a amar e a saber se amada; Despertaste em mim a curiosidade e a imaginação, alimentaste a minha mente com livros e poetas, fizeste de mim um ser optimista e feliz. Sou o que sou por te ter como molde.
Dizem que as mãe são únicas e acredito que para cada um a sua mãe seja a mais especial, mas acredita que o digo do fundo do coração e com sinceridade que sempre me incutiste: Tenho o maior dos orgulhos em ser tua filha;
Adoro a cumplicidade de amigas que temos uma com a outra:
Fico fascinada com a telepatia que nos une e se manifesta “n” vezes quando por exemplo penso em ti e ao pegar no telemóvel para te ligar, estás tu a ligar para mim;
Amo o facto de seres a minha mãe e te amar só por isso, mas ao mesmo tempo ter a sorte de seres a minha melhor amiga; aquela a quem posso contar tudo e que está sempre lá, para me apoiar e chamar à razão.
Releio o que escrevi e sou obrigada a acrescentar uma coisinha… he he he fizeste de mim um ser um tanto ou quanto egocêntrico… esta carta era para ser sobre ti e acaba por ser sobre mim… sobre o efeito e peso que tens na minha vida… 
Mãezinha desejo-te as melhores felicidades do mundo! Que este dia seja repleto de alegrias e tenhamos a alegria de o festejar por muitos e longos anos.
Viva o dia 30 de Maio!
Muitos parabéns mãezinha!
Da tua filha que te ama muito

1 comentário:

  1. E é de lágrimas nos olhos, cheia de saudades da minha, que te digo: aproveita cada minuto, cada segundo da tua mamã que tanto adoras, grava na tua memória cada expressão de olhar, o som do riso, o tom de voz, todas as histórias que te conta... aproveita cada ocasião para lhe dizeres o quanto a amas... abraça-a muito!

    ResponderEliminar