quinta-feira, 28 de julho de 2005

Sei lá...

Hoje sinto-me assim... um bocadinho... sei lá!
Sabem a sensação de qualquer coisa por fazer?
Uma resposta que deviam ter dado e ficou entalada na garganta, uma chamada que adiaram para fazer depois... a sensação desconfortavel de que "falta" qualquer coisa... -Mas o quê? -Sei lá!
Até estou numa fase boa! (Não estou sempre?) O meu precioso tem o dentinho à vista e parece um ratinho a sorrir, cá por casa tudo normal, nada de stresses com a "famelga"... enfim... sei lá!
Talvez tenha a ver com o estar cá o meu afilhado... fico meio nostálgica com o passado, com o que já se passou, com capitulos mal fechados ou não fechados de todo.
Sou assim... sei lá!

quarta-feira, 27 de julho de 2005

Apaixonei-me...

Acreditam em amor à primeira vista? Acreditam que é possível re-apaixonarmo-nos com um olhar, uma frase... um texto? Eu acredito.
Re-apaixono-me muitas vezes... E há 5 minutinhos apenas, a leitura de um recadinho... reacendeu a chama!
Obrigado amor! És definitivamente "a tampa da minha panela"
;)

quarta-feira, 20 de julho de 2005

Filosofia "Pip'lar" ou... Profetas de vão de escada.

• Macho que é macho não chupa mel, engole abelha!
• Não adianta balançar...o último pingo sempre é na cueca.
• Não há melhor momento do que hoje para deixar para amanhã o que
você não vai fazer nunca.
• Eu sempre me importei com a beleza interior da mulher. Uma vez dentro..."beleza!"
• Quero morrer como meu avô: dormindo tranqüilo, e não gritando como os passageiros do ônibus que ele dirigia
• Para evitar filhos, transe com a cunhada - só nascem sobrinhos.
• Se chiar resolvesse, os sais de frutas não morriam afogados.
• É fazendo muita merda que se aduba a vida!
• Existem três tipos de pessoas: as que sabem contar e as que não sabem.
• Ser bissexual dobra suas chances para um encontro no fim de semana.
• Seja legal com seus filhos. São eles que vão escolher seu asilo.
• Sexo grátis, amor a combinar.
• Se o amor é cego o negócio é apalpar.
• Marido de mulher feia sempre acorda assustado.
• Beijo não mata a fome, mas abre o apetite.
• Não mando a minha sogra para o inferno porque tenho pena do diabo.
• As mulheres perdidas são as mais procuradas.
• Quando o nosso amor virar cinzas, lembre-se que eu mandei brasa.
• Estradas retas, mulheres sem curvas e modems 14.400 só dão sono.
• Televisão de pobre é buraco de fechadura.
• A mata é virgem porque o vento é fresco.
• Mulher é igual a um circo, debaixo do pano é que está o espetáculo.
• Mulher e laranja a gente descasca e chupa.
• Mulher é como música: só faz sucesso quando é nova.
• Para comprar camião e usar sutiã é preciso ter peito.
• Feliz foi Adão que não teve sogra.
• Mulher é igual pipoca, quando dá uns pulinhos cai logo na boca do povo.
• Mulher gorda vale por duas porque o marido sempre tem outra.
• 80 ção! 20 ver!
• Marido de mulher feia tem raiva de feriado.
• O beijo é como cigarro: não sustenta, mas vicia.
• Beijo de mulher casada tem gosto de chumbo.
• Deus abençoe as mulheres bonitas, e as feias se sobrar tempo.
• Meu pensamento continua onde a mini saia termina.
• Mulher e fotografia só se revelam no escuro.

• Mulher e árvore só dão galho.
• Estepe e mulher é sempre bom ter de reserva.
•Casamento é o fim das criancices e o começo das criançadas.
• Mulher é igual relógio: depois do primeiro defeito, nunca mais anda direito.
• Se ferradura desse sorte......burro não puxava carroça.
• Deus conseguiu fazer o mundo em 6 dia sporque não tinha ninguém perguntando quando ia ficar pronto.
• Mais virgindades já se perderam por curiosidade do que pelo amor.
• Se andar fizesse bem......o carteiro seria imortal.
• Mulher feia é igual ventania:só quebra galho!!!
• Filho é igual peido:você só agüenta o seu.
• Se barba fosse respeito,bode não tinha chifre.
• Se tamanho fosse documento,o elefante era dono do circo.
• Jesus salva!!!Passa para Moisés, que chuta eé goooooooollllllllllll...
• Todos os cogumelos são comestíveis.Alguns, só uma vez.
• Onde vamos parar?Até Papai-Noel anda saindo com veados...
• Não faça na vida pública aquilo que você faz na casa de banho.
• Nasci careca, nú e sem dentes. O que vier é lucro!!!
• A pior das sextas-feiras ainda é melhor do que a melhor das segundas-feira

quinta-feira, 14 de julho de 2005

Aprendam! O meu maninho é que sabe!

Hoje fui almoçar com a família. Levei o meu carro e comigo o meu precioso e o meu maninho... A caminho do Vimeiro passamos por "n" moinhos em ruínas, alguns em estado degradado e outros, menos, remodelados e em bom estadoº.
O Pedrocas vai enumerando -olha um moinho "estagado"; e ali tá outro; e olha aquela casa também estragada.
A dada altura pára o seu exercicio enumerativo e reflecte um pouco:
-Mana-diz passados uns segundos em silêncio- os Homens são mesmo parvos... Se eles já não querem estes moinhos e estas casas porque é que invés de os partirem não dão aos "senhores pobrezinhos que não têm casa"?
Assim... com a ingenuidade e a beleza dos seus 3 anos e meio, o meu mano reforma o mundo...
Apeteceu-me parar o carro em plena auto-estrada e cobri-lo de beijos!

terça-feira, 12 de julho de 2005

Mamã

O meu precioso hoje fez o meu peito bater mais forte... que mel que é ouvir dos lábios dele o som de um "mamã-mamã"
Hoje, pela primeira vez... disse-o assim, sem engasgos, sem "ma-papa" sem eu lhe pedir! Estava em casa da minha mãe e o meu amor estava no quarto dos tios a brincar com eles... A dada altura chamam-me os dois: MANA VEM CÁ! O XANDRE TÁ DIZER MAMÃ!
*suspiros* :) neste momento a palavra é uma lenga lenga para ele, anda pela casa fora a assapar na aranha e a trautear "mamã-mamã-papapapapapapapapa" (sim... papá continua no top! he he) Eu sei que ainda não associa correctamente o vocábulo ao objecto... e que não está propriamente a usar o vocativo e chamar-me...
mas cada vez que ouço "mamã!", o meu coração saltita como quando ouvimos a voz da pessoa amada sussurrar ao ouvido...
...com tudo isto, desconfio que o meu xandrinho deve ter vindo ler o meu blog à socapa e não gostou de ler a minha queixinha do É uma coincidência brutal eu fazer queixinhas ontem e hoje ele dizer a palavrinha mágica!!
Que dizem?

segunda-feira, 11 de julho de 2005

Era uma vez um bebé...

que tocava em tudo e falava françês?!"

Bolas... que o meu precioso está desenvolvido para a idade, que está muito esperto, que tem uma grande escola, blá blá blá eu já tinha ouvido toda familia e outras pessoas que encontro na rua dizer.... mas daí a falar estrangeiro não esperava...
Eu explico... 2 semanas antes de fazer anos começei a ensaboadela:
- sabes o que a mamã quer para os anos? Um dentinho e que digas "mamã"...
e tentei desesperadamente (confesso que até tentei por hipnose enquanto ele dormia) ensiná-lo a vocalizar a palavrinha mágica.
Fui insistindo, preserverante e... eis senão quando uns 4 dias antes dos meus anos ele diz:
-Babá! Babá-baba-babá...
O meu coração saltou e a esperança acendeu a luzinha! Seria uma tentativa anasalada de chamar por mim?
:-( Nops... 2 dias depois o "B" passou para um "P" distinto e sonante e no dia dos meus anos maravilhava já toda gente com os seus "papá" lindos e eloquentes... ok... é belo ouvi-lo pronunciar qualquer coisa e fico feliz pelo papá mas não podia dizer mamã!? Eu pedi com jeitinho e tudo... :-( bolas... ( bem sempre é melhor que a "mamã dele, moi memmê" cuja primeira palavra foi "cão"!)
Bem ok não foi para os meus anos mas há-de aprender... Insisto... continuo a pedir, a mandar e implorar e até a chantagea-lo!
- Se não dizes mamã não te dou o jantar... (sim... ao que chega o desespero)
Tento convencer-me... ele não diz mamã porque é muito inteligente! Para que chamar alguém que está sempre ao pé? Não fico convencida...
Quando o vejo dizer papá... insisto: mamã! mamã!
O papá também lhe anda a tentar ensinar e...
não é que num belo momento kodak em que estamos os três e tentamos, eu e o pai, insistir: mamã! mamã!, o meu precioso sorri de nos ouvir, faz aqueles guinchinhos lindos e balbucia: mmmmmmm...mo...
e depois com aqueles olhinhos grandes e brilhantes a sorrir, abre a boquinha e exclama:
-mmm... mom papá!
MOM PAPÁ?!
Eu só queria um simples mamã... ou mamamamamamam e ele não só chama pelo pai, como é bilingue a fazê-lo?!
Como diria o calimero- Não é justo!

sábado, 9 de julho de 2005

O meu bebé tá a crescer

No sábado o meu precioso fez sete mesinhos... Como é que podem já ter passado 7 meses? Parece tão perto de mim aquela bendita tarde de 8 de dezembro em que tudo se despoletou...
Feriado... eu e o papá na sala a ver tv. Olho para o relógio: 17h30 (o meu último desejo de grávida) - 'Mor, e se eu fosse fazer uma torta de laranja para nós? O papá achou boa ideia e eu levantei-me do sofá. Antes, um desvio até a casa de banho que a bexiga tava (para não variar) a rebentar. Ups... um liquido morno em quantidade diria consideravel mostrou-me que tinhas decidido vir conhecer-nos pessoalmente!
- 'Mor? - chamei o papá e confesso que estáva excitada mas muito calma! - afinal já não faço a torta! O Alexandre vem ai... Rebentaram-me as águas.
Assim, calma, sem stress, feliz porque ia finalmente ver-te!
E às 4h17 da manhã de dia 9 de Dezembro tinha o meu bem mais precioso no peito... Benvindo meu amor!

Se soubesses como me emociono cada vez que olho para ti! Cada vez que me sorris com esses lábios lindos e essa boquinha desdentada (até ver...)
Iluminas-me sabes fofinho? Cada graçinha, cada vocalização nova, cada som de gargalhar, cada olhar... é um diamante bruto que cai no meu coração.
Agradeço tanto mas tanto a Deus o presente maravilhoso que me deu para amar!
Fizeste sábado 7 mesinhos. Tens 9410kg, e 68,5cm...( A continuar assim... vais com a mamã para o ginásio! ) Estás um sapinho lindo e os papás adoram-te!

segunda-feira, 4 de julho de 2005

Flagrantes da vida real

Hoje tenho que partilhar convosco uma coisa que se passou numa "loja do chinês" aqui perto de mim.
Atenção que está longe de mim querer imitar o Dr Alberto João Jardim nos seus comentários xenofóbicos e, na minha humilde opinão,de parca inteligência e curta memória tendo em conta a vasta comunidade emigrante que nós mesmos, povo português, temos por esse mundo fora... mas ainda assim tenho que contar porque tenho andado a sorrir sozinha sempre que me lembro do incidente.
Foi ontem; precisava de um sutien "cai cai" mas como é um tipo de "aparelho de turtura" com o qual não me dou bem (o estilo cai cai subentenda-se,não os sutiens) fui procurar um baratinho na loja que referi acima... Ora depois de muito cuscuvilhar entre verdes alfaces e rosas choques lá achei o que pretendia. Pego no meu nr (esta era a parte em que vos divulgava o digito da sorte... mas quem de direito sabe qual é!) e dirijo-me à chinesa super simpática (vocês já curtiram os pés fantásticos e delicados que todas elas têm? nunca vi uma chinesa pézuda!!)
- Por favor! Posso exprimentar? (tudo bem era o meu nr mas ainda assim...)
- Oh sim! sim! Pode claro! À vontade. E FICA ALI ESPECADA A OLHAR P MIM C AQUELES SORRISOS PEPSODENTES
Hello!!!! Com ar meio desconcertado pergunto:
- Onde?! (tipo a questão não era óbvia e implicita na primeira?!)
Ela olha para mim sem perder o sorriso e fico naquela- será que percebeu alguma coisa do que eu disse?! e replica:
- Quer toalha?! Paara pôr à frente?!
LOL
Juro que fiquei sem resposta!
Pá... trouxe o cai cai sem exprimentar (serviu!Serviu! Como diz a do reclame), não perguntei mais nada... mas tou farta de matutar na cena... Ela achava que eu ia exprimentar ali? No meio do corredor entre as pastas de dentes e os tupperwares!?
Será que é habittue entre os clientes (que alegre deve ser a vista do prédio em frente)
Não é o povo chinês um povo recatado e púdico? (esqueçam as gueishas!!!)
DAH... Foi giro... uma "giresa" ao estilo da quinta dimensão... mas foi giro...
Hei-de lá ir comprar cuecas!!!