quinta-feira, 1 de setembro de 2005

E se...

Há dias assim...
Normalmente sou alegre e bem disposta. Parece conversa de novela brasileira mas quem me conheçe sabe que sou mesmo uma pessoa positiva.
As contrariedades enfrento-as com um "há-de passar", e depois de uma decisão tomada muito raramente penso "e se tivesse ido noutra direcção"?!
Então porque raio é que ando só a pensar em ses!? Dou comigo a pensar nos "grandes e ambiciosos planos para a vida" que tenho desde muito nova:
- Ser mãe (já sou);
- Ter 4 filhos (a ver vamos)
- Ter um negócio meu que me permita estar com os meus filhos (espero que sim um dia);
- ter ao meu lado alguém que ame e me faça sentir amada (acho que estamos a fazer um bom trabalho!);

?
As coisas até nem estão mal... porque raio anda a minha cabeça tão cheia de "ses" à miníma contrariedade?
Ando tensa, um pouco ansiosa e qui çá instável emocionalmente... Talvez seja destes 8 meses em casa com o Xandrinho, talvez seja de andar 24h a brincar às donas de casa...
Sei lá... quero mais... há alturas em que não quero ser a mãe, ou a D de casa, quero ser a mulher; ou outras em que não quero ser a mulher mas a menina a quem se coloca a mão sobre o ombro e diz que tudo vai correr bem... E quero tudo isto sem ter que pedir! Porque eu tento sempre estar "lá" pelos outros antes que me peçam ou me digam o que precisam... E pronto... Estou a fazer concorrência ao meu maninho Pedro e voltei aos meus 3 anos:
EU QUERO!
EU QUERO!
EU QUERO!
;)
Eu quero muita coisa e já agora quero que alguém me explique porque é que eu que raramente pondero caminhos alternativos de há uns dias para cá à mínima chatisse pondero: e se eu tivesse ido por outro lado?!
Enfim... Eu quero é ir para a cama que já todos dormem cá em casa menos eu.

Sem comentários:

Enviar um comentário