quinta-feira, 1 de setembro de 2005

Em eclipse emocional

Definição de Blog- de acordo com o sapo "(...)Um Blog é um registo cronológico e frequentemente actualizado de opiniões, emoções, factos, imagens ou qualquer outro tipo de conteúdo que o autor ou autores queiram disponibilizar.Existem muitos tipos de Blogs, ouve-se muitas vezes a expressão "Diário virtual" para descrever o Blog, o SAPO pensa que um Blog pode ser muito mais do que isso. Depende apenas e só do que o autor ou autores queiram que o seu Blog seja."
Pois... nem eu sei que quero que o meu blog seja... Um estandarte das minhas emoções, um palco onde eu possa dançar e cantar e contar as minhas aventuras...
Mas sei que não quero que seja um diário...
Porque para mim um diário é um escape, é um exercicio mental...
Tive diários durante toda a minha adolescencia. Até há cerca de 10 anos mantive com bastante regularidade um relato da minha existência. Tanto podia "comer" as páginas em branco com as minhas vivências como podia estar meses sem escrever neles... Mas a verdade é que voltava sempre... e normalmente quando o hiato era grande fazia num primeiro paragrafo uma especie de resumé desde a última ocorrência... Tipo, se falava de uma paixoneta ou de uma zanga, contava sutintamente o que se tinha passado desde então e depois, saltaa para o "agora"... Sempre adorei escrever. Não propriamente escrever para ser lida mas para me "ver". Preciso de escrever. Quando era miúda a minha mãe ensinou-me o truque da escrita: Quando estava aborrecida, chateada com alguém, quando tinha uma daquelas questões existênciais que sabemos ter aos 14 anos, deitava-me na minha cama e escrevia a minha preocupação, ou relatava a minha discussao/problema com A ou com B... ao pormenor... E depois de escrever tudo, relia... :) A minha mamã ensinou-me a técnica da "análise"... é que de facto depois de gastar energia a escrever tudo tal qual se passou, quando relia normalmente as discussões pareciam mais ridiculas do que sérias, e os problemas bem menos graves do que quando os empolava na minha cabeça...
Voltando à vaca fria... (Meu Deus eu para indicar o caminho de Lisboa a Cascais vou dar a volta ao Porto), tenho vindo a escrever aqui várias coisas do meu dia a dia, alguns desabafos, algumas noticias, um pouco de mim sem dúvida, mas se olhar para tudo o que relatei, foram sempre coisas "publicas".... Alegrias, receios, saudades, sentimentos e emoções que quero partilhar....
Hoje, sentei-me em frente ao ecrã e pensei escrever... e depois de vários ensaios concluo que não consigo escrever aqui tudo o que escreveria nos meus diários...
Os meus diários eram terreno sagrado em que desabafava e depois fechava ao mundo para linguém mais ver... Eram coisas minhas que mais ninguém lia (excepto o meu irmão Bruno como descobri mais tarde mas ao menos ele tinha decência de não me mostrar que lia - pode usar-se a palavra decência numa oração em que falamos de violação de provacidade?! :) No worry manito.... sobrevivi lol)
Em resumo (Falar em resumo quando já ocupei meia página he he he), hoje senti-me um bocadinho desamparada.
Por norma eu sou super alegre e está sempre tudo na boa. Mesmo quando as coisas não estão muito bem eu encontro um raiozinho de luz. E na verdade há muito mas muito tempo que não tinha necessidade de um "diário sagrado"... hoje quis escrever e descubro que os meus diários de papel "já não valem"... não consigo explicar neste momento mas não consigo ter um; e este meu diário virtual só me serve para contar as coisas que quero mesmo gritar ao mundo...
Vou tentar descobrir uma estrada por onde possa "falar comigo mesma" neste universo virtual... ;)

1 comentário:

  1. Tal e qual... um blog é um diário que não o pode ser a 100%... onde há sentimentos e pensamentos que não podem/devem ser expostos... e são esses que por vezes nos queimam por dentro...

    ResponderEliminar