segunda-feira, 28 de novembro de 2005

O meu pequeno universo está muito desorganizado

O xandrinho fez-me saltar da cama as 8 da manhã... Depois de brincar e birrar consegui agora que dormisse 1 pouco mais. Estou a olhar a volta e apetece-me fugir... Com a confusao do batizado esta semana não engomei-tenho uma pilha de roupa; o quarto do Xandre não tem tido a "purga-organizativa" diária por isso acho que não há um so brinquedo arrumado dentro da caixa... a sala parece um atelier com fitas,cartões,pinceis e tules em cima da mesa... :( Sinto-me um bocado desnorteada aqui em casa hoje... Vou ver se enquanto ele dorme consigo mais não seja orientar a roupa...

domingo, 27 de novembro de 2005

With a little help of my friends


Torna-se tudo mais fácil...
A minha cunhada Sara deu uma de "anjo da guarda" e ofereceu-se para me pintar os "anjos da guarda" ;) És grande Sarita!
Assim a mamã faz as caixas e acaba de forrar a cesta.
As coisas estão semi compostas...

quinta-feira, 24 de novembro de 2005

Ando assim...


Quem me conheçe sabe que eu gosto de trabalhar sobre pressão;
E quem me conheçe também sabe que nessas fases tendo a ser atacada por febres de ansiedade e medo de que tudo falhe em cima da hora... os chamados "vipes da Sónia".
Faltam 24 dias para o Batizado do Alexandre:
To Do:
- Lembranças;
- Forrar cesto para as lembranças;
- Disposição das mesas;
- Marcadores de mesa;
-Livro de Honra;
-Comprar roupa do Alexandre;
- Comprar minha roupa e do pai;
- Fazer Salgados ( posso sempre encomendá-los a uma sra conhecida mas queria tentar faze-los) e preparar a recepção cá em casa.
E... além desta festa preciosa para preparar:
- faltam 13 dias para o aniversário do meu maridão
Preparar festa
- Faltam 17 dias para o primeiro aniversário do Alexandre
Preparar festa
- Faltam 31 dias para a festa que mais adoro no ano: O Natal
Montar a arvore e enfeitar a casa
Comprar os presentes para familia e amigos

VESTIR O ESPIRITO NATALICIO
:( Este ano estou muito atrasada!!! 

sexta-feira, 18 de novembro de 2005

Falta exactamente 1 mês...


... para o Batizado do meu filho... Embora já quase todos estejam avisados ainda não enviei os convites.

Um mano devoto


Acho imensa piada ao meu mano Pedro e à sua fé, ou conceito de fé. A minha mãe tem o hábito de antes de deitar (não todos os dias mas de vez em quando) pôr o Pedrito a "conversar" com o Jesus e a explicar o que fez nesse dia, se fez muitos disparates, se esta triste por ter aborrecido a mãe, se esta muito feliz com qq coisa, enfim ele é muito novo mas é uma maneira de lhe incutir alguma espiritualidade e sobretudo alguma questão de moralidade.
Adiante.
O puto leva a função a sério! :) E ontem achei imensa graça porque tive que ir à Igreja tratar da transferência do processo de batismo para o meu rapazolas e o Pedrinho foi comigo.
Eu estava na secretria e o mano andava no atrio da igreja a brincar. A dada altura não o vi. Apanhei 1 susto tremedo porque o atrio da para umas escadas e as escadas para a estrada. Nem tem passeio. Corri tudo, atrio, morgues, livraria. E foi ai que olhei para a Igreja... - nã.. ele não ia para ali!.
Entrei à espera de ver uma cena de filme de terror: O Pedro a correr pela nave central, as flores dos altares todas partidas, a caixa da esmola no chão, as beatas desmaiadas... (sim eu sei que ele só tem 4 anos).
Invés disso, encontro um Pedro muito sossegadinho sentado num banco, com 1 sra atrás dele e uma outra ao lado. Pergunto baixinho- mano! que estás aqui a fazer? não se brinca dentro da igreja!! E responde ele no mesmo tom- xiu! não se pode falar alto! não vês que eu estou a conversar com o Jesus!?
Lol escusado será dizer que as sras estavam fascinadas com o pingente... Enfim. Um crominho o meu mano... mas um crominho com fé! Antes de sair quis ir ver "a cara da mãe do jesus" lá a frente!
Quando saiu da igreja, ainda embuido no espirito de fé vê uma sra de idade à porta da livraria da igreja e pergunta: essa casa também é a casa de jesus? -Sim também é a casa de jesus respondeu a velhota..
- então... e tu és a mãe de Jesus?

OH DEUS TAVA TUDO A CORRER TAO BEM!!! A mulher era velha mas não aparentava 2000 anos!
o que vale é que ela riu bem disposta e resopndeu - não, eu sou uma amiga de jesus. sabes que o jesus está no ceu e a mamã dele tambem esta com ele...
- pois ja morreram todos... tu também vais morrer sabes? porque já es velhinha ( argh :/ morreu há pouco uma vizinha e a minha mae explicou-lhe que quando sao velhinhas as pessoas morrem)
A sra sorriu, disse-lhe que ele era um menino muito bonito, e eu vim embora enquanto pudia sair airosa...

domingo, 13 de novembro de 2005

Festa da familia - Uma prenda surpresa


À noite festejámos em família a benção que é termos o Pedrinho conosco. Fizémos um jantar e enfeitámos a casa para a festa. É engraçado para mim festejar o aniversário de um maninho com 4 anos... Torna-se muito especial, tipo bónus ou prémio extra! É que, o meu mano Bruno "esteve sempre lá"! faz parte integrante da minha vida e todas as memórias que tenho da minha infância e adolescencia têm-no como parte da "decoração".
Mas o Benjamim da família é um bónus "fora do tempo"! Pedímos tantas vezes um maninho, eu e o Bruno, mas não imaginávamos que o viéssemos a ter depois de adultos!
Obrigado mãe e pai!
E agradecimentos à parte ouçam esta prenda linda!
Estavamos a jantar tocam à porta. Quem era? O nosso tio!! ( o mesmo que apareceu de surpresa à semana e meia). Eles tinham voltado para Itália já no fim de semana passado por isso não era de todo expectável vê-los antes do batizado do Alexandre!
Mas como estave em Madrid a negócios... fez o desvio até cá e veio festejar conosco.
Tio amei!
O Pedrocas não se apercebeu de onde vinhas nem estranhou ver-te, mas acredita que sobretudo para a mãe, foi uma surpresa linda! 'Bigado!

domingo, 6 de novembro de 2005

Um dia de terror - e continua?!


Meia noite e meia; vou ao frigorifico buscar o pacote do leite. Abro a porta, puxo o pacote e direitinha ao chão vai uma garrava de cerveja.
Espectáculo! Aterrou de pé, saltou o fundo intacto, e haja alegria...
Pousa o leite-vai buscar esfregona e balde-apanha a cerveja-apanha os cacos-despeja o balde-coloca agua e detergente no balde- pega em outra esfregona e lava o chão-apanha a carica debaixo da máquina de lavar.
Lavar a porta do frigorifico, trocar de pijama e meias;
Tal como me propus inicialmente, pego no leite e faço uns cereais. Já os comi, prato lavado, vim aqui fazer queixinhas e vou já para a cama...
Estou muito contente! A garrafa era de 33cl. imaginem se fosse de liitro!
;)

sábado, 5 de novembro de 2005

UM DIA DE TERROR! Ou Um dia para rir - mas só daqui a algum tempo!



Ele há dias em que nada parece correr como planeado...Hoje foi desses.
De manhã predispus-me a limpar a casa "mais a fundo". Vai daí decidi ir levar o menino à minha mãe para estar mais livre. Enquanto estava com ela liga o meu "folhadinho" Paulo a dizer que vinha almoçar com a madrinha (he he).
Adiei a limpeza a fundo e decidi dar uma geral apenas.
Depois do almoço fui com a minha mãe buscar o Pedrito ao jardim infantil e a ideia era eu ir com a minha mãe dar 1 jeito à casa dela e depois irmos "terminar" a minha. Mas antes... tive a feliz ideia de ir a Telheiras comprar 1 andador para o Alexandre.
Aqui é que tudo descambou!
No Paço do Lumiar para me desviar de um parvalhão de 1 cão que desceu para a estrada, meti a roda num buraco que não tinha visto sequer. Pelo barulho vi logo que não era coisa boa e de facto em 5 metros o pneu vazou. Encostei à berma e contrariando a intenção da minha mãe de " ligar ao meu pai para ir lá" meti mãos à obra a trocar o pneu.
Estreei o meu "macaco" e sujei as mãos todas mas completei a tarefa... o desalento foi quando baixo o carro ao chão e constato que o suplente TAMBEM ESTAVA VAZIO (vá gozem! digam lá que eu devia ter visto antes... só com o peso do carro é que "foi abaixo"). Até aqui tudo bem. Situação estúpida mas deu-me para rir! - Bem resolve-se, vou à mala buscar o compressor e ponho ar. - E esta foi a parte em que me apeteceu chorar. Lembrei nesse momento que emprestei o compressor à minha cunhada Liliana! ARGHHHHHHHHHHHHHH - LILI QUERO O MEU COMPRESSOR!
- Bem... ligo à Lili e peço que dê aqui um salto. Telé da lili chama sem resposta, tele do meu irmão desligado. GRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
Liguei ao meu pai... (pois a minha mãe é que estava certa desde o inicio!).
Meu pai vem, com o compressor dele enche o meu suplente e tchau. Nós seguimos em frente ele volta ao emprego.
2º volta da saga
ARGGGGGGGGGGHHHHHHHHHHH NÓS ANDÁMOS UNS 15 METROS E O PNEU ESTAVA NO CHÃO VAZIO OUTRA VEZ!
BUAAAAAAAAAAAAAAAA!
Como quando algo corre bem "(...) todo o Universo congemina para ajudar (Paulo Coelho Dixit) tanto o meu telémovel como o da minha mãe estavam quase sem bateria! E o meu carregador de isqueiro guardadinho no porta luvas do carro do meu marido!
Enfim... Liguei ao meu avô ( o meu pai ainda devia ir a caminho do trabalho) e pedi se podia desenrascar-me. Como ele vende carros usados incumbi-o de desencantar um pneu...
Claro que enquanto esperávamos por ele deu tempo para o Alexandre acordar, fazer 1 birra, para o meu mano Pedro se perder no 1º andar de uma loja de puericultura, comprar aquilo que nos levou a Telheiras em primeiro plano, o telémovel da minha mãe descarregar de vez a bateria, o meu avô ligar todo tramado porque não nos encontrava e claro que não encontrava porque estava nas traseiras de onde nós estávamos...
Enfim... uma festa! trouxe o pneu e mudou-o mas não sem antes o ESTUPOR DO MACACAO que devia estar bem encaixado como a minha cara descair e semi-arrancar o guarda lamas do carro.
Nesta altura eu já tinha passado do desespero para a apatia de quem está na "Quinta Dimensão".
Pneu montado, os miudos com o lanche dado numas escadas ali ao lado, agradecimentos ao avô (pelo pneu emprestado, não pelo guarda lamas estragado) e vamos de regresso a casa.
Pelo caminho:
- birra do Pedro -quero bolachas-quero bolachas-quero bolachas!
- Fila no Paço do Lumiar - Xandre adormece
- (...) Fila no Paço do Lumiar - Pedro adormeçe
- Chegamos a casa da minha mãe às 19. De frisar que a aventura começou as 15h30 ( e escrevo isto ao som da minha gargalhada de histeria desesperada).
Mãe fica em casa com Pedro, eu venho para casa com o Xandre.
Enquanto pouso as coisas e oriento o jantar ouço um estrondo.
:( Não sei se ria, não sei se chore, nem sei se conte porque tanta desventura numa só tarde já parece ficção!
No chão da sala, ao som de um "ai ai ai ai ai" do Alexandre, jaz a minha Orquídea nova.
:(
Apatia
Nem um som.
Peguei nele, levei para o quarto, mudei uma fralda, deitei-o na cama, para descansar. Não se para ele descansar, se para eu descansar. Mas depois do dia de hoje se não ficasse sozinha agora acho que ia desabar...
Apanhei a flor do chão, caule partido, flores partidas. Em vão,bem sei, coloquei fita cola a juntar as hastes.
Aspirei a sala pela segunda vez hoje.
O Alexandre dorme...
Eu... vim para aqui e enquanto relei isto penso: sonhei ou passou-se mesmo assim?
Deve ter-se passado... é que pelo menos eu... sinto-me passada...
E faltam 3 horas para acabar o dia... ainda muito pode acontecer!