terça-feira, 4 de julho de 2006

Muitas coisas pra contar!!



As novidades são algumas mas o tempo voa e não tem dado tempo de aqui vir registá-las...
Vou fazer 1 apanhado...


Um Dói-Dói!
Na passada quinta feira espetei este belo especime de palmeira no pé!
Tinha ido a casa dos meus sogrinhos ver o meu rapazolas que estava a passar "uns dias na praia".
No passeio estavam umas quantas folhas de palmeira, atiradas pelos srs da Camara da Costa da Caparica que andavam a podar as ditas. Ora realmente as palmeiritas até são bonitas e de facto dão um ar "tropical" à zona costeira mas apre possa que nunca pensei que mordessem tanto!
Ia a abrir a porta do carro quando o meu pé direito, bem calcadinho com uns chinelos de dedo, foi subitamente atraido para o molho de folhas no chão.
Vai daí, fazendo bom jus ao apelido "dois pés esquerdos" tropecei e dei uma pantufada, ou neste caso chinelada, num dos ramos.
Doeu. Mas é que realmente doeu... Doeu o suficiente para eu saber que tinha espetado qualquer coisa, mas sem tar a ver bem o que!
A minha mãe olha e, depois de uma interjeicção que não repito e um MAS COMO È QUE FIZESTE ISSO!? ( ainda pensei: mas ela quer que eu repita?! ) Com uma pinça e algum jeitinho puxou um tronco (riam-se! Não era vosso o pé!) de cerca de 3 cm e que estava espetadinho na planta do meu pé, de cabeçinha no ar qual bandeira em planeta recem descoberto!
Isso até era fino e resolvia tudo se nao ficasse lá mais um bocado dentro... :(
Com dores não muito agradáveis, lá guiei ate ao posto médico da caparica onde fui extremamente bem atendida por 3 enfermeiras e uma auxiliar.
Durante cerca de 20 mintos brincaram com o meu pé, e apertaram e expremeram, cortaram,furaram sei lá que raio fizeram.
Fui sprayada até ao tutano com um gel frio e anastesiante que me anastesiou a lingua senao teria berrado tal era a dor que elas me faziam sentir ao mexer e escarafunchar o meu pézinho..
Ao fim de 20 minutos, cansadas da brincadeira disseram q eu tinha que ir ao Garcia da Orta. O desgracado que estava la dentro só com pequena cirugia é que saia porque estava muito fundo.
Lá fui. Com direito a mesa de operação, anastesia local (uma anastesia a sério daquelas que tiram a dor!!) e um bisuturi afiadinho.
Tal qual uma cesariana tiraram o Filho da P* e depois de 3 há!!!!!!! (um do cirugião, um da enfermeira e outro da auxiliar) seguiu-se o meu ao olhar para o especime.
A espessura é a de um palito dos dentes e o comprimento (sim eu medi....) são 2.1cm... DASSSSSSSSSSSSS
Espetadinhos no meu lindo e delicado presuntinho...
"Mas pronto, foi uma tarde diferente e a malta tem é que fazer cenas diferentes"... ;) Tive direito a não ir ao curso... (as cenas que eu arranjo para e baldar!) e a uma ligadura à maneira.
Agora já ando de pé ao léu, mas sempre lavadinho, e só dói quando apoio o peso todo no pé.
:) Conclusões:
1- NUNCA DAR PONTAPÈS A UMA PALMEIRA SEM SAPATOS FECHADOS.
2- LÀ PORQUE O PE TEM PLANTA NAO QUER DIZER QUE PLANTA DO PÉ+PALMEIRA DEEM FRUTOS.
3- A ANASTESIA EM SPRAY È BOA PARA RECOMENDAR AOS NOSSOS INIMIGOS.
4- INVENTEM VOCES MAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário