segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Peso, volume, eterno drama.

Ontem fui ver de roupa para o batizado...
É frustrante ter ideia do que se gosta e do que se quer comprar e odiar o resultado ao espelho, porque o corpo nao colabora com o gosto...
Ao menos valha-me o sentido de noção, que nao me deixa comprar o que gosto ao ver que nao cai bem...
Mas é frustrante ter que optar por modelos alternativos que não são o tipo que escolheria, porque os outros nao ficam bem.
Tá bem! Tive 2 filhos no espaço de 3 anos, bla bla a mais nova tem 5 meses... Se nao fosse isso seria outra razão. Oscilo... Entre peso certo e baleia assassina... Desde sempre.
O vestido esta comprado, é bonito e cai nem. O que nao cai é eu com 157cm eatar com 64kg e uma boia de salvação na barriga. 
Operação detox starts today...

Outono em sprint

Mestrado a correr bem,com muita coisa para ler e rever.
Preparativos do batizado em andamento, na teoria quase tudo orientado, na prática muitos detalhes ainda a limar.
Aulas a decorrer em modo: one day at a time... Ainda não consegui fazer as planificações todas.
Filhotes e demais familia ok... demanding task...
Halloween quase quase aí e este ano ainda nem consegui fazer a lista das ementas...
Tempo... que tempo?
Nem para me coçar....
:p

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Desiludida

E, apesar de não ser meu apanágio fazer propaganda ou desabafos aqui, tenho que o dizer:
Hoje, não me sinto orgulhosa da minha bandeira. 
Ainda acredito no Pai Natal e achei realmente que, depois destes quatro anos, o Português Os tivesse no sítio e votasse para mudar...
Assumiu a típica postura do "votar no menos mau", do "sabe-se lá o que iam os outros fazer", o do " o que é muda irem para lá outros". sinto-me triste. 
Caramba o que não falta são partidos emergentes e caras novas. 
As suas políticas são pouco governativas? É pá, São. 
Será que conseguiam chegar a uma maioria? Dificilmente. 
Mas uns quantos elementos desses partidos no governo ajudariam a "quebrar os lobbies", a pisar calos, a fazer resistência...
Não, realmente, como dizia alguém há tempos na tv: Nós não somos a Grécia! Não nos comparem aos Gregos! Pois não, para sermos como Eles teríamos que ter tido Balls para fazer alguma coisa. 

Vivemos de queixas e de saudades....
Hoje, tenho pena de não ser Grega